Bestiário Lusitano, de Alberto Pimenta

Depois de uma longa preparação e confecção desse grande editor alquímico Luís França, e de alguns rabiscos meus cheios de humi(l)dade, aqui está a reedição do Bestiário Lusitano, do Alberto Pimenta. Por razões óbvias, a caderneta das bestas ficou incompleta, mas a esperança não morre: este país ainda tem muito para dar.