Diário de um Ladrão

I have made this letter longer than usual because I lack the time to make it shorter. — Blaise Pascal

A aceitação do medo

” E eu fiquei a medita na doença portugueza da pobreza nas suas diversas faces que vão
do compadrio organizado à mesquinhez de ambição, passando pela intriga formigante,
tacticismo obsessivo, reverência discreta ou empenhada a todas as formas de poder, incluindo,
claro está, o contrapoder, tudo isto ao serviço da impostura profissionalizada que é a
via consabida de garantir devida cota nos depredados lucros da dolosa empresa. ”
(Uma escada que sobe pelos degraus de ti, Jorge Roque)

Posted on 4/7/2014