Diário de um Ladrão

C´est de la lave liquide. C´est insensé, noir et dévorant. — Léon Bloy

Mandriões esquecidos de deus.

Passados, 4 anos, o 2º número das Edições do Tédio, impresso vagorosamente no Homem do Saco, a partir de excertos de “Mandriões em vale fértil”, de Albert Cossery, traduzidos por Júlio Henriques para a Antígona, e ilustrada por Carlos Lopes e Ricardo Castro. (Preço: 12 euros. Encomendas ao Homem do Saco para ldantanho@gmail.com)
//////////////////////////////////////////////
www.sacoman.tumblr.com

Posted on 19/2/2014